A ortodoxia ateísta que me trouxe à fé

Megan Hodder era uma jovem e ávida leitora do neoateísmo, mas sua vida mudou quando ela leu o trabalho dos seus inimigos católicos

Cena do filme da vida de Edith Stein, do ateísmo para os altares.

 

Na última Páscoa, quando eu estava começando a explorar a possibilidade de que deveria haver algo a mais na fé católica, além do que eu tinha acreditado e sido levada a crer, eu li “Cartas a um jovem católico”, de George Weigel01. Uma passagem em particular chamou-me a atenção.

Falando dos milagres do Novo Testamento e do significado de fé, Weigel escreve: “No jeito católico de ver as coisas, andar sobre as águas é algo totalmente sensato a se fazer. Ficar no barco, atendo-se tenazmente às nossas pequenas comodidades, é loucura.” Continuar lendo

A ação de Satanás e o exorcismo explicados por um padre exorcista

Exorcista descreve o ritual de exorcismo, explica como Satanás age cotidianamente e o que fazer para proteger-se

No domingo de Pentecostes, uma cena protagonizada pelo Papa Francisco e um endemoninhado na Praça de São Pedro reacendeu no mundo o interesse pela figura do “exorcista”. Porém, a visão desse ministério, presente na Igreja desde os seus albores, está atualmente contaminada pelo desconhecimento de sua atividade e por inúmeros resquícios de Hollywood, fazendo com que a visão dos exorcismos corresponda mais à visão apresentada pelos cinemas do que à sua realidade.

Neste vídeo, o Padre Duarte Sousa Lara, sacerdote exorcista, explica como se dá a ação de Satanás na vida das pessoas, ao se aproveitar dos pecados, da indolência e da falta de decisão dos cristãos pela vivência da fé, levando muitos à perdição. O Padre Lara, que acompanhou durante muito tempo o ministério de Padre Gabriele Amorth, também explica o que é necessário fazer para evitar as armadilhas demoníacas.

Fonte: http://padrepauloricardo.org/blog/a-acao-de-satanas-e-o-exorcismo-explicados-por-um-padre-exorcista

Como estamos comungando?

Para comungar do Corpo e Sangue de Cristo é preciso estar em estado de graça, em amizade com Deus, isso é fato. Por que, então, nada acontece? Por que não há uma mudança, uma verdadeira conversão? Por que Jesus não opera realmente na vida de quem Dele se alimenta? É sobre a maneira como comungamos que Padre Paulo Ricardo refletirá nesse Parresía.

Fonte: http://padrepauloricardo.org/episodios/como-estamos-comungando