Pensamentos de Padre Pio – Mês de Setembro

1. Nós temos que amar, amar, amar e nada mais.

2. Nós temos que implorar continuamente duas coisas a nosso terno Deus: que Ele aumente dentro de nós o amor e o temor, o amor para nos fazer voar nos caminhos de Deus, o medo nos fará cuidadosos onde fixamos o pé; o amor nos fará ver as coisas do mundo para o que elas são, o medo nos levará a precavermos da negligência. Então quando amor e medo tiverem beijado, não está mais em nosso poder dar nosso afeto às coisas deste mundo.

3. Só o amor nos pode fazer invencíveis e a linguagem do amor é a persuasão da confiança. Como o amor é bonito quando recebido como um presente e quão feio é se depois buscou ou exigiu.

4. Você que é responsável por almas, tente com carinho, com muito amor, com todo seu amor; e se isso for inútil… castigue porque Jesus que é nosso modelo, nos ensinou isto, enquanto criando Paraíso mas também Inferno. 

5. Se Deus não lhe oferecer doçura, então você deverá ainda estar contente, enquanto come seu pão pacientemente, até mesmo se estiver seco, enquanto deve fazer seu dever sem qualquer recompensa presente. Com isso o nosso amor por Deus é desinteressado, e cada um ama e serve a Deus da maneira que cada um se entrega, um comportamento que pertence a almas perfeitas.

6. Quanta mais amargura você tem, mais amor receberá.

7. Um único ato de amor a Deus, feito durante um período de aridez vale mais do que cem feitos com afeto e consolação.

8. Este meu coração Vos pertence… meu Jesus, assim aceitai este coração, enchei de Vosso amor e então ordenai que eu faça tudo o que Vós desejais.

9. Deus nos ama, e isso é provado pelo fato que Ele nos tolera quando nós O ofendermos.

10. Seja alegre. Jesus cuidará de tudo. Não prestemos nenhuma atenção a pessoas que não conhecem o que estão dizendo. Confiemos em Jesus e em nossa Mãe divina e tudo sairá bem.

11. Ame Jesus, ame-O muito, mas para isso tem que amar mais o sacrifício. O amor deverá ser amargo.

12. Coragem. Nos baste saber que Jesus grandemente nos ama.

13. O espírito humano sem a chama do amor divino tende a alcançar o nível da besta, enquanto que por outro lado, a caridade, o amor de Deus, poderão ser tão elevados que podem até mesmo chegar ao trono de Deus. Agradecei a Deus sem já crescer cansado para a liberalidade de um tal Pai bom, e pedi-Lhe para aumentar a santa caridade cada vez mais em vosso coração.

14. Você nunca se deverá queixar das ofensas, não importa donde elas vêm, enquanto se deve lembrar daquele Jesus que era saturado com infâmia da malícia dos homens que Ele tinha ajudado.
Você deverá desculpar todo o mundo com caridade cristã, enquanto deverá manter diante de seus olhos o exemplo do Mestre divino que perdoou aqueles que o crucificaram, até mesmo antes do Pai.

15. Jesus e sua alma têm que cultivar a videira em acordo. Sua tarefa é remover as pedras, apartar os espinhos. Jesus é semear, plantar, cultivar e regar. Mas até mesmo em teu trabalho há o trabalho de Jesus. Sem Ele, você não pode fazer nada.

16. Nós não devemos deixar de fazer o bem, até mesmo se escandalizar os Fariseu.

17. Lembre-se: o pecador que se envergonha de suas más ações é mais íntimo a Deus que o homem justo que se envergonha de praticar boas ações.

18. Tempo gasto para a glória de Deus e a saúde da alma nunca é desperdiçado.

19. Eu sinceramente abençôo o trabalho de catequizar crianças, que são as pequenas flores de Jesus. Eu também abençôo o trabalho na ajuda aos missionários.

20. Todos nós não somos chamados por Deus para salvar almas e propagar Sua glória pelo nobre apostolado da pregação… mas todos podemos promover a glória de Deus e trabalhar para a salvação das almas por meio de uma vida verdadeiramente cristã, rezando sem cessar para a “vinda de Seu Reino…” para que “não possamos ser conduzidos em tentação” e que “Ele nos livre do mal.” Isto é o que você deveria fazer, se oferecendo continuamente a Deus para este propósito.

21. Surgi mais uma vez, oh Deus e confirmai em Vossa graça, esses quem Vós me confiastes, e não permitis perder nenhum deles, abandonando o ninho.

22. Eu pertenço completamente a todo o mundo. Todo o mundo pode dizer: “Padre Pio é meu.” Eu amo meus irmãos profundamente em exílio. Eu amo minhas crianças espirituais tanto como minha própria alma e até mesmo mais. Eu as regenerei com Jesus por meio do sofrimento e do amor. Eu poderei me esquecer, mas não a minhas crianças espirituais, realmente eu posso assegurar que quando Deus me chamar, Lhe direi: “Domine, eu permanecerei nos portões do Paraíso; entrarei quando vir a última de minhas crianças entrar.”
Eu sofro tanto por não poder ganhar todos meus irmãos para Deus. Às vezes estou ao ponto de morrer de preocupação em ver tantas almas sofredoras sem as poder aliviar, e tantos irmãos se aliando a Satanás.

23. A vida não é mais que uma luta contínua contra si mesmo, e não está aberta a beleza sem o preço do sofrimento.
Sempre se mantenha em companhia de Jesus no Getsêmani e Ele saber confortá-lo nas horas de angústia que viram.

24. Há uma coisa que eu não posso tolerar de modo algum que é o seguinte: se eu tiver que repreender alguém, eu sempre estou preparado; mas eu não suporto ver outra pessoa fazer isto. Ver alguém humilhado ou mortificado assim é insuportável para mim.

25. Possa Deus ser agradado ao ver que estas pobres criaturas verdadeiramente se arrependem e retornam a Ele. Devemos verdadeiramente ser uma mãe para todas essas pessoas e ter um grande cuidado por elas, porque o Jesus nos fala que há mais festividade no Céu para um só pecador que se arrepende do que a perseverança de noventa e nove pessoas. Estas palavras do Redentor verdadeiramente estão confortando a muitas almas que infelizmente pecam e que querem se arrepender e voltar deste modo para Jesus.

26. As aflições da humanidade: estes são pensamentos para todo o mundo.

27. Não tente, excessivamente curar seu coração, com seus esforços só o tornariam mais fraco. Não faça um esforço muito grande para superar suas tentações, pois com essa violência só os faria mais forte. Menospreze-os e não os enfatize muito.

28. Faça bem em todos os lugares, de forma que todo o mundo possa dizer: “Este é um filho de Cristo.”
Suporte tribulação, doença e a dor por amor a Deus e para a conversão dos pobres pecadores. Defenda o fraco, console esses que lamentam.

29. Não se preocupe sobre tomar meu tempo, porque o tempo melhor gasto é o que gasto na santificação de almas, e eu não sei agradecer a nosso Pai divino quando Ele me apresenta algumas almas que eu posso ajudar de algum modo.

30. Nunca deixo que o pensamento de vingança cruze minha mente. Eu rezei para os caluniadores e rezo. Se qualquer coisa, às vezes eu disse ao Deus: “Senhor se para os converter é necessário uma chicotada, então dai-a a mim de forma que eles possam ser poupados.

Fonte: http://saopio.wordpress.com/2008/09/23/frases-pe-pio-mes-de-setembro/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s