Pensamentos de Padre Pio – Mês de Junho

1. Que o Coração de Jesus seja o centro de todas as suas inspirações.

2. Olhemos com gratidão profunda para aquele mistério sublime que atrai o Coração de Jesus às Suas criaturas com tamanha força; olhemos para a grande condescendência com que Ele vestiu nossa própria carne para viver a vida miserável desta terra em nosso meio; juntemos todas as forças de nosso intelecto para considerar com um fervor tenaz a dureza de Seu meritório apostolado, e recordar os horrores da Sua paixão e martírio e para adorar o Seu Sangue… regiamente oferecido até à última gota para a redenção do género humano; então com fé humilde e o mesmo amor ardente com que Ele cerca e procura nossas almas, nos deixe dobrar nossas cabeças impuras aos Seus pés.

3. Jesus, Vós sempre visitais minha alma. Com que alimento deverei saciar-Vos? Com amor! Mas o meu amor é enganador, Jesus eu Vos amo muito, aumentai o meu amor.

4. Eu nunca deixo de implorar a Jesus bênçãos para você, e rogar a Deus que o transforme totalmente em Ele. Oh minhas filhas! Como é bonita a Sua face, quão doces Seus olhos e que coisa boa é ficar perto d’Ele no Monte de Sua glória! Nós devemos colocar lá todos nossos desejos e afectos…. Ao contrário de nosso mérito, nós estamos nos passos do Tarbor, tendo firme determinação para amar e servir bem a Sua divina bondade.

5. Lembremos que o Coração de Jesus não só nos chamou para nossa própria santificação, mas também para o de outras almas. Ele quer ser ajudado na salvação das almas.

6. Que mais lhe posso eu dizer? Possa a graça e a paz do Espírito Santo estar sempre no centro de seu coração. Coloque seu coração no lado aberto do Salvador e una com o Rei de nossos corações que está dentro deles como em um trono real, para que Ele possa receber homenagem e obediência de todos os outros corações. Ele mantém Sua porta aberta de forma que todo o mundo se possa chegar a Si e ganhar uma audiência a toda hora. E quando seu coração falar com Ele, não esqueça nunca, minha querida filha, de falar em meu favor, de forma que Sua sincera e divina Majestade o possa fazer bom, obediente, fiel e menos miserável que é.

7. Não esteja surpreendido com a sua fraqueza, mas reconheça o que você é e confesse sua infidelidade para Deus, então confie n’Ele e deixe-se abandonar calmamente nos braços do Pai divino, como uma criança nos braços de sua mãe.

8. Combata valentemente as tentações como as almas fortes, e acompanhe o Chefe Supremo. Quando você cair, não fique prostrado em corpo e espírito lá. Faça-se humilde mas sem cair em desânimo. Abaixe-se sem se degradar. Lave suas imperfeições e quedas com lágrimas sinceras de contrição, sem escassez de confiança na Sua divina bondade que sempre será maior que sua ingratidão. Proponha corrigir suas faltas, sem confiar em você, mas sua força deve estar só em Deus. Finalmente, confesse sinceramente que se Deus não fosse sua armadura e protecção, você imprudentemente seria atravessado com todo tipo de pecado.

9. Amemos ao Senhor para Sua grandeza divina, pelo Seu poder no Céu e na terra, pelos Seus méritos infinitos, mas também e sobre todo o tipo de gratidão. Se Ele não tivesse sido tão bom para connosco mas mais severo, quanto menos nós teríamos pecado! Mas quando o pecado é seguido com tristeza profunda, com uma resolução honesta de não pecar novamente, uma intensa compreensão da grande dor que demos à clemência de Deus; ao ter rasgado as fibras mais duras de nossos corações nós conseguimos derramar lágrimas ferventes de arrependimento e amor então, meu filho, o próprio pecado se torna uma escada que nos traz mais íntimo que nos eleva para cima qual nos conduz mais com firmeza a Ele.

10. Oh, se eu tivesse um número infinito de corações, todos os corações do Céu e da terra, o coração de Vossa Mãe, Jesus, eu gostaria de Vos oferecer todos, cada um deles para Vós!

11. Meu Jesus, minha doçura, meu amor, amor que me sustenta.

12. Jesus, eu Vos amo muito; é inútil repeti-lo para Vós, eu Vos amo. Meu Amor, meu Amor. Só Vós! Todo o louvor somente para Vós.

13. Seja Jesus o seu guia, seu apoio e sua vida, sempre e em tudo!

14. Eu aprovo seu trabalho por ganhar almas para Jesus. Receba sempre a Sagrada comunhão para as intenções do Pai Santo.

15. Até mesmo se você tivesse cometido todos os pecados do mundo, Jesus lhe diria: “Muitos pecados lhe foram perdoados, porque você muito amou.”

16. Durante a revolta das paixões e eventos adversos, tenha em mente a doce esperança da Sua infinita misericórdia. Corramos com confiança ao tribunal de penitência onde Ele espera a toda hora por nós com a ansiedade de um pai; e embora nós estejamos conscientes de nossa dívida para com Ele, não duvidemos do perdão solene de nossos pecados. Enterremo-los como fez nosso Deus.

17. O Coração de nosso Mestre divino não tem nenhuma lei mais louvável que a bondade, a humildade e a caridade.

18. Meu Jesus, minha doçura, como posso eu viver sem Vós? Vinde sempre, meu Jesus, vinde; tomai Vós sozinho posse de meu coração.

19. Minhas crianças, nunca podemos por nós mesmas nos preparar muito para Sagrada comunhão.

20. “Padre, eu me sinto indigno para receber Sagrada comunhão. Eu sou indigno!” Resposta: “É verdade, nós não somos merecedores de um tal presente, mas uma coisa é receber indignamente no estado de pecado mortal e outra é ser desmerecedor. Nós somos todos desmerecedores; mas é Ele que nos convida, é Ele que deseja isso. Deixemo-nos humilhar e O recebamos com nossos corações cheios de amor.”

21. “Padre, por que você chora quando recebe Jesus na Sagrada Comunhão?” Resposta: “Se a Igreja pode proferir as palavras: ‘Vós não desdenhastes do ventre da Virgem’, falando da encarnação da Palavra no útero da Virgem Imaculada, o que deveria ser dito de nós criaturas miseráveis? Mas Jesus nos disse: ‘Aquele que não comer minha Carne e não beber meu Sangue não terá vida eternamente’, acheguemo-nos então à Sagrada comunhão com grande amor e medo. Deixe o dia inteiro ser uma preparação e ação de graças para a Sagrada comunhão.”

22. Não te desencorajes se não tiveres sucesso fazendo tudo como desejarias, obrigue-te a fazer o que tens que fazer e cuida para não caíres em falta no que toca a este respeito, com efeito não leves muito em conta se sentires conforto, tédio ou enfado. Faz com que tua intenção seja sempre vertical.

23. Se não te foi concedido a habilidade para ficar muito tempo em oração, ou lendo, etc., não te deves deixar desencorajar. Contanto que recebas Jesus todas as manhãs tens de te considerar extremamente afortunado. Durante o decorrer do dia, quando não puderes fazer qualquer outra coisa, chama Jesus, até mesmo no meio de todas as tuas ocupações, com gemidos resignados da alma. Ele virá sempre para ficar unido a tua alma, pela Sua graça e amor santo. Voe em espírito antes do tabernáculo, quando não puderes ir lá com o corpo, e em espírito, expressa teus desejos ardentes. Fala, reza e abraça o Amado das almas, melhor que se O tivesses podido receber em sacramento.

24. Jesus só poderá entender o que eu sofro quando a cena dolorosa do Calvário é posta antes de mim. É igualmente incompreensível como Jesus não poderá ser consolado por esses que somente simpatizam com os Seus tormentos, mas quando acha uma alma que, por amor d’Ele, não pedem nenhuma consolação e apenas querem ser autorizados a compartilhar em Seus sofrimentos.

25. Ao ajudares na santa Missa, renova tua fé e medita na Vítima que se imola por ti, para aplacares a Divina Justiça, e faz isso com devoção. Não deixes o altar sem primeiro derramares lágrimas de compaixão e de amor a Jesus, crucificado para tua salvação eterna. Quando estiveres bem ouves Missa, quando estiveres doente e não puderes ajudar, dizes Missa.

26. Cada santa Missa escutada com devoção, produz efeitos maravilhosos em nossas almas, graças espirituais e materiais que nós mesmos desconhecemos. Para tais propósitos não gaste seu dinheiro inutilmente, faça um sacrifício disso e venha aqui para ouvir a santa Missa. Seria mais fácil à terra existir sem o sol que sem o eterno sacrifício da santa Missa.

27. Nestes tempos tristes quando a fé está morta e a maldade é triunfante; quando nós formos rodeados por esses que têm o ódio perpétuo em seus corações e a blasfêmia em sua boca, o modo mais seguro de permanecer imune da doença perniciosa e mortal que nos cerca é se fortalecer com comida Eucarística. Isto não pode ser alcançado por esses que, mês após mês, vivem sem se saciar com a Carne Imaculada do Divino Cordeiro.

28. Eu termino aqui porque o sino me está chamando e advertindo. Eu vou para o lagar da Igreja, para o altar santo onde o sangue sagrado daquela uva deliciosa e singular, com que apenas uns poucos afortunados estão autorizados a inebriar-se, continuamente goteja. Lá – e você sabe que eu não posso fazer de outra maneira – eu lhe irei apresentar ao Pai divino em união com Seu Filho, para quem, por quem, e através de quem eu sou totalmente seu no Senhor.

29. Veja quanto desprezos e sacrilégios são cometidos pelos filhos dos homens para com a humanidade mais santa de Seu Filho no Sacramento de amor?… Depende de nós defender a honra deste Cordeiro submisso que sempre está preocupado quando o caso das almas está em questão, mas sempre silencioso quando o Seu próprio caso está em questão.

30. Meu Jesus, salve todo o mundo; Eu me ofereço como vítima para todo o mundo; me fortaleça, leve meu coração, enchei-o de Vosso amor e então comandai-me para que faça tudo que Vós quiserdes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s