Pensamentos de Padre Pio – Mês de Maio

1. Quando se passa ante uma imagem da Virgem há que dizer: “Te saúdo, Maria. Saúda a Jesus de minha parte”.

2. Escuta, Mãezinha: eu te quero muito mais que a todas as criaturas da terra e do céu… depois de Jesus, naturalmente…; mas te quero muito.

3. Mãezinha linda, Mãezinha querida, és bela. Se não existisse a fé, os homens te chamariam deusa. Teus olhos são mais resplandecentes que o sol; és bela, Mãezinha, eu me glorio disso, te amo, ah! ajuda-me.

4. Maria seja a estrela que vos ilumine a senda, vos mostre o caminho seguro para chegar ao Pai do céu; seja como a âncora à que vos deveis segurar cada vez mais estreitamente no tempo da prova.

5. Maria seja a única razão de tua existência e te guie ao porto seguro da salvação eterna. Seja para ti doce modelo e inspiração na virtude da santa humildade.

6. Se Jesus se manifesta, agradecei; e se se oculta, agradecei também; tudo é brincadeira de amor. A Virgem clemente e piedosa continue alcançando-vos da inefável bondade do Senhor a força para ultrapassar até o fim tantas provas de amor que vós concede. Eu vos desejo que chegueis a morrer com Jesus na cruz e que possais exclamar n’Ele docemente: “Tudo está consumado.”

7. Oh Maria, mãe dulcíssima dos sacerdotes, mediadora e dispensadora de todas as graças; desde o íntimo de meu coração te rogo e te suplico encarecidamente que hoje, amanhã e sempre dês graças a Jesus, o fruto bendito do teu ventre.

8. A humanidade quer sua parte. Também Maria, a Mãe de Jesus, sabia que, por meio da morte de seu Filho, se realizava a redenção do género humano, e no entanto também ela chorou e sofreu; e quanto sofreu!

9. Maria converta em gozo todos as dores de tua vida.

10. Não vos entregueis tão intensamente à actividade de Marta que esqueceis o silêncio e o abandono de Maria. A Virgem, que concilia tão perfeitamente ambas as coisas, vos sirva de doce modelo e de inspiração.

11. Maria embeleze e perfume continuadamente tua alma com novas virtudes e te proteja com seu amor maternal. Mantém-te cada vez mais unida à Mãe do céu, porque ela é o mar através do qual se alcançam as praias dos esplendores eternos no reino da aurora.

12. Trás à tua memória o que sucedia no coração de nossa Mãe do céu ao pé da cruz. É tão intensa sua dor que permanece petrificada ante seu Filho crucificado, mas não podes dizer que haja sido abandonada. Ao contrário, nunca foi tão amada quando sofria e nem sequer lhe era possível chorar.

13. Não te afastes do altar sem derramar lágrima de dor e de amor por Jesus, crucificado por tua eterna salvação. A Virgem Dolorosa te acompanhará e te servirá de doce inspiração.

14. Filho, tu não sabes os efeitos da obediência. Olha: por um sim, por um só sim, “fiat secundum verbum tuum”, por fazer a vontade de Deus, Maria chega a ser Mãe do Altíssimo, confessando-se sua escrava, mas conservando a virgindade que tão grata era a Deus e a ela. Por aquele sim pronunciado por Maria Santíssima, o mundo obteve a salvação, a humanidade foi remida. Façamos também nós sempre a vontade de Deus e digamos sempre sim ao Senhor.

15. Correspondamos também nós, que fomos regenerados no santo baptismo, à graça de nossa vocação à imitação da Imaculada, nossa Mãe. Apliquemo-nos incessantemente ao estudo de Deus para conhecê-Lo, servi-Lo e amá-Lo cada vez melhor.

16. Minha Mãe, infunde em mim aquele amor que ardia em teu coração por Ele; em mim, que coberto de misérias, admiro em ti o mistério de tua imaculada Conceição e que ardentemente desejo que, por esse mistério, purifiques meu coração para amar a meu Deus e a teu Deus, minha mente para elevar-me até Ele e contemplá-lo, adorá-Lo e servi-LO em espírito e verdade, o corpo para que seja seu tabernáculo menos indigno de possui-Lo quando se digne vir a mim na Santa Comunhão.

17. Padre, hoje é a festa da Nossa Senhora das Dores. Diga-me uma palavra. Resposta: A Virgem Dolorosa nos quer bem, deu-nos a luz na dor e no amor. Não se afaste jamais de tua mente a Dolorosa e suas dores fiquem gravadas em teu coração; e o acenda de amor a Ela e a seu Filho.

18. A alma bem-aventurada de Maria, como pomba a que se liberta dos laços, se separou de seu santo corpo e voou ao seio de seu Amado.

19. Depois da ascensão de Jesus Cristo ao céu, Maria ardia continuamente no mais vivo desejo de unir-se com Ele. Em ausência de seu divino Filho, parecia encontrar-se no mais duro desterro. Aqueles anos nos que teve que estar separada d’Ele, foram para ela o mais lento e doloroso martírio, martírio de amor que a consumia lentamente.

20. Jesus, que reinava no céu com a humanidade santíssima que havia tomado no seio da Virgem, quis que também sua Mãe, não somente com a alma mas também com o corpo, se reunisse com Ele e compartisse plenamente Sua glória. E isto era totalmente justo e merecido. Aquele corpo, que não foi nem por um só instante escravo do demónio e do pecado, não devia sê-lo tampouco na corrupção.

21. Procura conformar sempre e em tudo a vontade de Deus em todos os acontecimentos, e não tenhas medo. Esta conformidade é o caminho seguro para chegar ao céu.

22. Eu desejo, e não lograis, morrer ou amar a Deus, é dizer, a morte ou o amor, já que a vida sem este amor é pior que a morte. Filhas minhas, ajudai-me! Eu morro e agonizo em cada momento. Tudo me parece um sonho e não sei donde me movo. Deus meu! Quando chegará a hora em que também eu possa cantar: “este é o meu descanso, oh Deus, para sempre”?

23. Pratica a penitência de pensar com dor nas ofensas feitas a Deus; a penitência de ser constante no bem, a penitência de lutar contra teus defeitos.

24. Confesso ante tudo a grande desgraça que é para mim, não saber expressar e sacar fora este grande vulcão sempre acesso que me abrasa e que Jesus meteu dentro de este coração tão pequeno. Tudo se resume nisto: vivo devorado pelo amor de Deus e pelo amor ao próximo.

25. A ciência, filho meu, por muito grande que seja, é sempre algo muito pobre; e é menos que nada em comparação com o formidável mistério da divindade. Deves encontrar outros caminhos. Limpa teu coração de toda paixão terrena, humilha-te no pó e ora! Desse modo encontrarás com certeza a Deus, que te dará a serenidade e a paz na vida e a beatitude eterna na outra.

26. Já viste algum campo de trigo completamente curado? Poderás observar que algumas espigas são altas e vigorosas; outras, ao invés, estão dobradas até ao chão. Experimenta a apanhar as altas, as mais vaidosas, e verás que estão vazias; se, ao contrário, colheres as que estão mais baixas, as mais humildes, verás que estão carregadas de grãos. Daqui poderás concluir que a vaidade é algo vazio.

27. Convém-nos esforçar-nos muito para chegar a ser santos e servir intensamente a Deus e ao próximo.

28. Façamo-nos santos; deste modo, depois de haver vivido juntos na terra, estaremos juntos para sempre no céu.

29. Oh Deus! faz-Te sentir cada vez mais em meu pobre coração e realiza em mim a obra que começaste. Sinto no intimo uma voz que me diz insistentemente: santifica-te e santifica. Pois bem, queridíssima filha, isto é o que eu quero, mas não sei por onde começar. Ajuda-me, pois; sei que Jesus te quer muitíssimo e o mereces. Fala-Lhe, pois, de mim que me conceda a graça de ser um filho menos indigno de São Francisco, que possa servir de exemplo a meus irmãos de modo que o fervor continue sempre e cresça sempre mais em mim de forma que faça de mim um perfeito capuchinho.

30. Sê, pois, sempre fiel a Deus no cumprimento das promessas que Lhe fizeste e não te preocupes da zombaria dos ignorantes. Deves saber que os santos jamais se preocuparam do mundo e dos mundanos e puseram baixo seus pés o mundo com suas máximas.

31. O campo de batalha entre Deus e satanás é a alma humana. Nela se desenrola em todos os momentos da vida. É necessário que a alma deixe acesso livre ao Senhor e que seja fortalecida por Ele em todas as partes com toda a classe de armas; que seja iluminada por sua luz para combater as trevas do erro; que seja revestida de Jesus Cristo, de sua verdade e justiça, do escudo da fé, da palavra de Deus, para vencer a inimigos tão poderosos. Para ser revestidos de Jesus Cristo é necessário morrer para si mesmos.

Fonte: http://saopio.wordpress.com/2008/05/30/frases-padre-pio-maio/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s