O sacramento do batismo – IV

Pe. Henrique Soares da Costa

Já vimos que o Batismo nos mergulha no Espírito do Ressuscitado; é nele que fomos batizados! E ao sermos batizados neste Santo Espírito, tivemos a remissão do nosso pecado e fomos incorporados a Cristo: somos membros seus, pois seu Espírito nos une a ele, nosso Salvador e princípio de nossa ressurreição. Isto mesmo: pelo Batismo somos uma só coisa com Cristo: “Aquele que se une ao Senhor, constitui com ele um só Espírito” (1Cor 12,17). A tal ponto aquele que foi batizado no Espírito de Cristo está unido a Jesus, vive nele e dele, que São Paulo chega a exclamar: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim!” (Gl 2,20). Portanto, o Batismo faz-me membro do Senhor Ressuscitado, membro do seu corpo… que é a Igreja! Aqui está o terceiro efeito deste sacramento: o Batismo faz-nos membros da Igreja, é a porta de entrada na fé cristã, na Igreja de Cristo… como cantam as crianças da primeira comunhão: “Pelo Batismo entramos na Igreja, barca de Pedro e porta do céu. Pelo Batismo entramos na Igreja, aleluia!” A Escritura afirma várias vezes esta união no Corpo de Cristo como conseqüência do Batismo: “Fomos todos batizados num só Espírito para ser um só corpo, judeus e gregos, escravos e livres, e todos bebemos de um só Espírito. Ora, vós sois o corpo de Cristo e sois seus membros, cada um por sua parte” (1Cor 12,13.27). O sentido é belo: batizados (= mergulhados) no único Espírito do Ressuscitado somos membros do único Corpo de Cristo, que é a Igreja; somos seus membros, cada um tendo um lugar. E todos bebemos continuamente um de só Espírito, que vivifica e renova a Igreja. São Paulo volta a falar de modo parecido na Epístola aos Gálatas: “Todos vós que fostes batizados em Cristo, vos vestistes de Cristo… pois todos vós sois um só em Cristo Jesus” (3,28). “Há um só Corpo e um só Espírito, assim como é uma só a fé, um só batismo; há um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos” (Ef 4,4). No único Batismo – não há dois ou mais batismos no cristianismo! – recebemos o único Espírito para formarmos o único Corpo de Cristo para, assim, termos acesso ao Pai e nele vivermos! Somos, portanto Corpo do Cristo vivo, Templo vivificado pelo Espírito, Igreja do Cristo, graça ao Batismo que recebemos.

Agora, atenção: se recebemos o Espírito do Filho, se somos membros do Filho, se somos uma só coisa com ele, somos filhos também. Isto mesmo: o Batismo nos faz filhos de Deus Pai no Filho único Jesus. Isto porque o Espírito nos filializa, mudando todo o nosso ser, cristificando-nos! Vejamos alguns textos bíblicos que nos explicam bem esta realidade maravilhosa: “Todos os que são conduzidos pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Com efeito não recebestes um espírito de escravos, para recair no temor, mas recebestes um Espírito de filhos adotivos, pelo qual clamamos: Abbá! Pai! O próprio Espírito se une ao nosso espírito para testemunhar que somos filhos” (Rm 8,14-16). “Enviou Deus aos nossos corações o Espírito do seu Filho que clama: Abbá, Pai! De modo que já não és escravo, mas filho” (Gl 4,6s). É isto que queremos dizer ao afirmar que o Batismo nos faz filhos de Deus! Somos filhos de verdade porque recebemos o Espírito do Filho Jesus! Mas, tem mais: “O próprio Espírito se une ao nosso espírito para testemunhar que somos filhos de Deus. E se somos filhos, somos também herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo” (Rm 8,16s). Sendo filhos no Filho, somos também herdeiros como o Filho Jesus: herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo! E qual é a nossa herança? A glória do céu, aquela glória que o Senhor Jesus já herdou com a sua ressurreição e nós também herdaremos um dia pois, no Espírito Santo, já estamos tão unidos ao Senhor que “sofremos com ele para também com ele sermos glorificados” (Rm 8,17).

Então, resumindo os efeitos do Batismo em nós: batizados, recebemos o Santo Espírito do Ressuscitado que apaga nossos pecados (ou, como dizia São Paulo, nos justifica), tornamo-nos uma só coisa com Cristo, membros do seu Corpo, que é a Igreja e membros uns dos outros, somos feitos de verdade filhos de Deus e irmãos de Jesus e, assim, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo na esperança da vida eterna!

No próximo artigo veremos ainda algumas questões sobre o Batismo. Por exemplo: quem pode ser batizado? quem pode ser padrinho? e o Batismo de crianças? e quem é batizado em outras comunidades cristãs, fora da Igreja católica? Portanto, ainda temos muito pano para as mangas….

Até lá!

Fonte: http://www.domhenrique.com.br/index.php/sacramentos/batismo/169-o-sacramento-do-batismo-iv

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s